QUE HOMEM REALMENTE GOSTA DA MULHER PRETA NESSA SOCIEDADE!?


Este é um texto inacabado e a idéia é torná-lo um texto coletivo. Por isso gostaria que quem lesse continuasse esse desabafo. Fique a vontade para me mandar a opinião por e-mail ou através do comentário.

(
Mônica Santana).

“Realmente fico me perguntando se tem homem nessa cidade que goste de mulher preta. Pergunto-me e só vejo que a pergunta faz sentido quando estou do lado das irmãs de cor. Quando dialogo sobre o assunto com as amigas brancas, em geral, a coisa fica no tom do "isso é coisa de sua cabeça". Mas não é não. E também nem tudo é da área do "quando você se sente bonita as pessoas te notam". Não é só isso...”.



Relendo esse desabafo da Mônica fiquei pensando em quantas de nós, irmãs pretas, tivemos essa sensação de “Não Lugar” durante a nossa vida?
Quantas de nós lutamos diariamente contra as feridas provocadas pelas manifestações do racismo em nossa auto-estima? Quantas de nós já choramos diante do espelho nos sentindo feias, desejando ter nascido como as princesas dos contos de fadas? Quantas de nós já se perguntaram qual é o nosso lugar nessa sociedade? Como somos vistas, entendidas, compreendidas e amadas pelos homens dessa sociedade?
que há século nos rotula como objetos sexuais , ótimas amantes, submissas a todos os tipos de violência e exploração. ...Associando-nos a palavras do tipo: excitação, desejo, paixão, atração, promiscuidade, casualidade, diversão, descompromisso...

Faço meus o desabafo da Mônica: “Será que tem homem nessa sociedade que goste realmente de mulher preta?” Sei que muitos que lerem esse texto acharão que o que eu escrevo é exagero. Mas quando questiono se existe homem que realmente goste de mulher preta nessa sociedade me refiro ao gostar de forma simples e pura. Um gostar que não nos faça sentir mercadoria barata ou um pedaço de carne. Um gostar que não seja baseado na reprodução das visões estereotipadas

Quantas de nós, mulheres pretas, ao conhecer um cara, seja ele branco ou preto, não se perguntou se ele se aproximou apenas para uma transa rápida e nada mais? Quantas de nós já não se sujeitou a tentar manter um relacionamento que nos violenta emocionalmente por acreditarmos que jamais teremos coisa melhor? Quantas de nós já ouvimos frases do tipo:

“Gosto de você, mas não vou largar minha namorada ou minha esposa...”

“Gosto de você, mas ninguém pode ficar sabendo que estamos juntos...”

“Gosto de você, por que você é muito gostosa...”

“Gosto de você, mas não quero ter filhos com você, nem vou te assumir...”

“Gosto de você, mas nesse momento não quero relacionamento serio...”

“Gosto das mulheres pretas, porque elas são mais fogosas na cama...”

“Gosto das mulheres pretas, pois elas possuem essa cor do pecado... esse gingado...”

“Gosto das mulheres pretas, pois elas possuem uma beleza exótica que me atrai”

E dessa forma Muitos dizem que Gostam das mulheres pretas.... Essa é nossa realidade, independente se estamos entre homens brancos ou pretos, machistas ou politizados, do senso comum ou dos movimentos sociais... Percebemos, com tristeza, que apesar dos discursos lindos, nossa realidade continua estereotipada.

Como diz Gislene Aparecida dos Santos em seu livro: Mulher Negra, Homem Branco -Um estudo sobre o feminismo negro “Nem todas as mulheres pretas (gatas borralheiras dessa sociedade) poderão vira cinderelas... Algumas serão as Irmãs más que mesmo se mutilando (mudando suas características físicas e psicológicas em um ato desesperado de aceitação social), jamais serão escolhidas pelos príncipes encantados...Seja ele Branco ou Preto....


)

" Muito interessante o seu texto, eu penso muito sobre isso. Algumas pessoas não entendem pq eu não tenho um namorado/marido e eu respondo que eu não aceito certas submissões que a mulher é obrigada a passar e com a negra é pior... apesar que vejo muitas delas não vendo isso pra continuar num relacionamento." (Rosangela - blog- Negra Rosa, Rosa Negra


 
COMPARTILHAR:

+1

Envie uma reportagem para nosso blog

Arquivo Geral: Blog do Lau

Seguir por e-mail