Detentos do Complexo Penal de Lauro de Freitas disputam finais dos campeonatos de futebol




Enquanto os clubes baianos lutam para subir ou/e não cair nos campeonatos profissionais, os detentos chegam, neste final de semana, às decisões de título dos Raios A e B do Complexo Penal de Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador.

O organizador das disputas, oficial de Justiça, Gilvanilson Muniz, recusa o rótulo de ‘cartola’ por entender que segue princípios desportivos no sentido de contribuir com o processo de readaptação dos apenados à reclusão no Caji, como o local é conhecido.

Sábado e domingo tem decisão, na presença de familiares dos presos e a alegria por cada vez que a rede balança. “Teremos no sábado, dia 17, a decisão do Raio A, entre Real Madrid e Zebra. No domingo, dia 18, a final é Galícia x Barcelona”, informou.

A forte influência espanhola no imaginário dos detentos se reflete na presença de três clubes representantes de regiões distintas do império colonizador de grande parte da América: os madrilenhos, da capital; os catalães, com o Barcelona; e a Galiza.

A distinção em raios é alusiva ao pavilhão onde os atletas ficam concentrados. No Raio B, pelo Real, o destaque é o titular Itinga, e o Zebra tem como principal jogador o número 7, Edmundo. Eles fazem duelo à parte pela artilharia, pois ambos têm seis gols.

Já o Raio A tem como atração maior o artilheiro Jadson, 9 gols. Os times já se enfrentaram na fase de classificação e o Barça saiu vencedor por 6x5, daí a vontade dos galicianos em devolver a derrota e tomar a taça do rival da Catalunha.

O trabalho desenvolvido pelo Programa Começar de Novo, tendo como motivador o futebol, beneficia presos em outros conjuntos penais, como em Paulo Afonso, no Norte do Estado, no Complexo da Mata Escura e na Lafayete Coutinho, ambas em Salvador.



Texto: Ascom TJBA

About Ladislau Leal

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário