Lauro de Freitas: Professores da rede pública paralisam atividades por falta de salários e merenda nas escolas




Os trabalhadores da rede municipal de ensino de Lauro de Freitas cruzaram os braços desde esta segunda-feira (3), por conta do não pagamento dos salários dos servidores em contratos temporários (como REDA’s, CT’s e TD’s). Isso inclui não apenas os profissionais da educação, mas todos serventuários regidos nestes tipos de contratação, e a falta de merenda nas escolas para os estudantes.

Muitas unidades da rede estão há quase um mês sem a alimentação e por conta disso, os alunos estão sendo liberados mais cedo; o que está prejudicando seriamente o ensino aprendizado dessas crianças.

"Já no final do mandato, a gestão ‘progressista’ do prefeito Márcio Paiva passou a todo mês, atrasar os salários dos servidores que tem contratos temporários, como Reda’s, CT’s e TD’s, e não só os da educação"., afirmou Valdir Silva, coordenador da ASPROLF.

A categoria realizou na tarde de ontem uma assembleia na Praça da Matriz (centro))
Retrocesso. A Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas ainda não se pronunciou sobre o fato.



Redação Lauro News Online
Fonte: Valdir Silva – Coordenador Geral do ASPROLF Sindicato

About Ladislau Leal

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário