Senador acusa prefeito de eleger com dindim do tráfico de drogas. Volta logo, Jesus.

O senador Otto Alencar, presidente do PSD na Bahia, fez um discurso nesta terça-feira (4) no Senado Federal sobre seu balanço sobre as eleições municipais deste ano. No entanto, o que chamou a atenção foi a acusação contra o prefeito eleito de Simões Filho, Diógenes Tolentino de Oliveira, conhecido como Dinha (PMDB), por suposto financiamento de campanha por traficante. 
Segundo o congressista baiano, houve uma interferência direta na campanha do peemedebista que venceu o pleito na cidade. "Eu vi, com meus olhos, com clareza, a interferência direta do financiamento de algumas campanhas políticas, inclusive, em um município da Região Metropolitana de Salvador, Simões Filho, o chefe do tráfico de drogas ao lado do prefeito vencedor, financiando a campanha através do caixa dois, através da agiotagem e através da contravenção", disse.
Otto Alencar atribui o fenômeno ao fim do financiamento privado de campanha. "Pela primeira vez, eu posso dizer – e eu citei o município aqui da Região Metropolitana de quase 200 mil habitantes – que o prefeito foi financiado pelo tráfico de drogas, tirando a foto com o chefe do tráfico de drogas ao seu lado, sem nenhuma cerimônia", lembrou.
O senador ainda citou exemplo de casos parecidos no Rio de Janeiro, onde candidatos morreram por suposto envolvimento com o tráfico. "Quantos candidatos foram mortos agora lá? Eles acham que é um bom negócio aplicar para eleger e depois retirar dos cofres públicos. Essa é uma grande realidade que eu não conhecia em 30 anos que faço política", afirmou.
Fonte : Bocão News

About Ladislau Leal

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário